Arquivos do Blog

Michael Jackson completaria 54 anos hoje

Se estivesse vivo, Michael Jacksoncompletaria 54 anos nesta quarta-feira (29). O Rei do Pop morreu em 2009 após uma overdose de remédios. Seu médico, o Dr. Conrad Murray, foi condenado à prisão por homicídio culposo. Ele deve cumprir pena de quatro anos.

Nascido em 29 de agosto de 1958 em Indiana, nos Estados Unidos, Michael é o sétimo de nove irmãos. Ele ficou famoso ainda na infância ao se destacar no grupo Jackson 5, que ele integrava ao lado dos irmãos Jackie, Jermaine, Marlon e Tito.

O astro também viveu cercado por polêmicas. Durante sua vida ele transformou completamente a aparência por ser portador de vitiligo, uma doença que causa manchas brancas na pele. Negro, Michael passou por procedimentos que deixaram sua pele branca e suas feições mais suaves.

Fã de Peter Pan, o cantor construiu um parque temático em homenagem ao personagem de histórias infantis, o rancho Neverland. Lá, Michael recebia crianças e enfrentou diversas acusações de pedofilia na Justiça. 

A nova polêmica envolve a guarda dos filhos do cantor, Prince Michael I, Paris Michael e Prince Michael II, mais conhecido como Blanket. Eles são herdeiros da fortuna do pai.

Conhecido como Rei do Pop, Michael Jackson revolucionou a música dançante e criou o famoso estilo Moonwalk, sua marca registrada. Seu legado permanece em sucessos inesquecíveis como Beat It, Thriller, Billie Jean, e dezenas de outros.

Irmãos de Michael Jackson dizem que testamento do cantor é falso

O cantor Michael Jackson (1958-2009) durante apresentação em Nova York em 2002

Cinco irmãos de Michael Jackson contestam a validade do testamento do cantor, segundo informações do site NME. Eles dizem que Michael nunca assinou o documento, que classificam como “sem dúvida, falso”. Ele morreu em 2009, por overdose de Propofol, um poderoso anestésico que ele estaria usando para conseguir dormir.

Janet, Jermaine, Tito, Randy e Rebbie alegam que Michael não poderia ter assinado o documento, que foi criado em 7 de julho de 2002 em Los Angeles, pois estaria, na data, em Nova York.

De acordo com o testamento, os bens do cantor devem ficar em poder de seus advogados até que os filhos de Michael estejam adultos o suficiente para administrá-los. Além de Prince, 15, Paris, 14, e Blanket, 10, também têm direito ao patrimônio a mãe do cantor, Katherine, e as instituições de caridade do artista.

Em carta enviada pelos irmãos aos advogados de Michael, John Branca e John McClain, eles dizem que há uma “conspiração” em torno da morte do cantor. “Sabemos que existe uma conspiração em torno da morte de nosso irmão e que manipulação e medo estão sendo usados para encobrir isso. Sua vontade de conseguir riqueza, fama e poder está sendo realizada às custas de nossa família, cujo desejo é de dar ao mundo esperança e amor por meio de nossa música”.

Eles dizem que Michael chegou a dizer a eles que não queria que seus bens ficassem nas mãos dos advogados: “Nosso irmão disse, sem hesitar, meses antes de sua morte, que desprezava vocês e que não queria que vocês tivessem  nada a ver com sua vida. Vocês sabem disso, e nós também”.

Os irmãos dizem, ainda, que isso está afetando a saúde de sua mãe. “Suas ações estão afetando a saúde de nossa mãe, que teve um pequeno derrame recentemente. Por favor, entendam que ela não tem meios de lidar com o stress que vocês estão causando. Ela também sabe que o testamento foi forjado. Ela deseja o que é certo, pela justiça de seu filho e de sua família”, afirmam.

Os irmãos LaToya, Jackie e Marlon não assinaram a carta e não fizeram nenhum comentário sobre o testamento.

%d blogueiros gostam disto: